domingo, 15 de setembro de 2013

Summer cleaning - por aqui e por ali

A desorganização caótica deu lugar a uma desorganização organizada, pelo que já não há um local da casa em que eu tenha medo de entrar. Há, ainda, muito por fazer e qualquer outra pessoa que aqui entre vê as coisas com outros olhos: a minha visão é muito mais benévola, porque sei onde comecei e comparo com o que tenho agora (milhões de vezes, melhor!).

Assim, agora, para além da limpeza anual que é necessário fazer: portas, janelas e persiana, paredes, armários, desarradar tudo e limpar atrás e por baixo, azulejos e afins, vou voltando atrás e ver se o que ficou merece uma segunda oportunidade.

Esta semana, voltei atrás em todas as divisões e fui olhando numa volta de 360º e, claro, que há, sempre, mais alguma coisa que tem de arranjar um novo lar que não o meu.

1. Despensa
A máquina da roupa resolveu avariar e a torneira da cozinha ficou sem o filtro. Por isso, precisei de ir à despensa, à caixa onde guardo as ferramentas: precisava de uma chave de parafusos e de uma chave inglesa. Abri a caixa e encontrei o que precisava. Problema: a chave inglesa está perra, não abre toda. Raios! Fui, então, buscar a chave de parafusos para o outro serviço e encontrei uma chave torta (sendo que tenho várias chaves) e, voilá, outra chave inglesa, maior e a funcionar em pleno! Aproveitei e dei uma geral na caixa e, para além, das chaves estragadas, encontrei mais uns artigos que não têm lugar cá em casa.


2. Quarto
Recebi, há uns dias, um conjunto de creme de corpo e loção de banho. Fui arrumar o creme de corpo junto dos outros, no meu quarto. Abro a porta da mesa de cabeceira para os arrumar e comecei a ver resmas de coisas na prateleira. Não, não pode ser! Tudo dali para fora para passar pelo meu olhar clínico: amostras de perfumes que não uso e/ou não gosto, frascos de perfumes vazios, frascos com perfumes que não uso e/ou não gosto e um óleo de amêndoas amargas (deixaram de ser doces lá em 2010).



3. Entrada
A mesinha da entrada, nos últimos dias, tem sido o local onde vou colocando tudo o que encontro e não sei onde pôr, para além das coisas que já lá estavam. Acabou: tudo para o seu lugar e um dos objectos já está à venda. Ficou bem mais vazia. Agora, tenho é de a decorar de forma apelativa e harmoniosa.

4. Sala
Enquanto escrevo, aqui, no blog, estou sentada no sofá da sala e, de quando em vez, vou olhando para a televisão ou, apenas, em meu redor a pensar no que, ainda, falta fazer. De todas estas vezes, o meu olhar cruzava-se com dois porta-velas que comprei numa venda de garagem Gatinhos da Rua, para ajudar e porque gostei muito deles. Continuo a gostar, mas nunca os usei (ou seja, nunca acendi as velas) e estavam a abarrotar a prateleira. Comecei a ficar cansada deles até que resolvi levantar-me, retirá-los da prateleria, fotografá-los e colocá-los à venda no OLX. Agora, estão juntos a tudo o resto que tenho para venda (no fim do ano, vou dar uma reviravolta nestes artigos e decidir o que fazer com os que não tiver conseguido vender).

5. Escritório
Muito mais arejado, este espaço, se bem que, ainda, longe do objectivo final. Vai-se tornando mais difícil destralhar aqui. O olhar tem de ser mais clínico. Mas, mesmo assim, vou encontrando coisas que precisam de uma nova família. Desta vez, foram 3 frascos novos que comprei, julgo que no ano passado, para compôr cabazes de oferta, mas não chegaram a ser necessários; e um garrafa de vidro vazia que guardei caso fosse necessário usar para um qualquer cabaz: mais de um ano depois, não foi, por isso vou libertá-la.

Summer cleaning (cozinha, despensa e wc)

Ando desaparecida das publicações e, na realidade, pouco me tenho dedicado ao destralhamento. O processo tem andado um pouco parado e, quando não está parado, dá baby steps... dos pequeninos...

Há uns dias, voltei a 3locais do crime já visitados e revisitados: a cozinha, a despensa e o wc. Foi pouco coisa, mas tudo tinha sobrado dos destralhamentos anteriores e nem sei porquê!

Desde embalagens de comida estrangeiras e fora de prazo (recordações de uma viagem em 2004... que grande tolice: tenho outras recordações mais sensatas, muitas fotos e belas memórias!), a frascos de perfume vazios, sombras de olhos e elásticos lassos... ainda há de tudo nesta casa. Tudo catalogado no projecto 2013 em 2013 (do 838 ao 849).